Elon Musk exibe chip Neuralink que lê e escreve atividades cerebrais

18
Foto: Neuralink

Por Giselli Nichols

No dia 28 de agosto, o mundo observou a primeira demonstração do chip Neuralink fazendo a conexão entre um cérebro e um computador. Por meio de um implante colado ao crânio de um porco, o visionário e empreendedor Elon Musk apresentou ao vivo como o dispositivo vai ler e escrever atividades de cérebros humanos. O chip é inserido na cavidade craniana por meio de uma única abertura no topo da cabeça, enquanto fios minúsculos de eletrodos conectados detectam o impulso elétrico das células nervosas. Em seguida, a conexão com um computador é feita via bluetooth. A ideia é que a tecnologia evolua para transmissão por meio de ondas de rádio, o que deverá aumentar a quantidade de dados transmitidos.

Impactos em Segurança e Defesa: Além de “digitalizar” nosso cérebro e mapear informações, a grande promessa da Neuralink é curar, por meio de estímulos elétricos, doenças como perda de memória, de audição, de visão ou de movimentos, dores crônicas, convulsões e até mesmo ansiedade, depressão, insônia e vícios. A iniciativa se soma a outras que já estão sendo desenvolvidas por empresas ligadas à área de Defesa, como a norte-americana DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency).

Fonte: SHANKLAND, Stephen; RAYAN, Jackson. Elon Musk shows Neuralink brain implant working in a pig. CNET, 29 Aug. 2020 Disponível em: https://www.cnet.com/news/elon-musk-shows-neuralink-brain-implant-working-in-a-pig/